terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Luz no túnel


“Os processos judiciais demoram enormemente, porque as leis processuais brasileiras dão chances demais aos réus, aos bandidos de colarinho branco, de se defender. E o processo condenatório raramente chega ao fim”. A constatação é do ministro-chefe da Controladoria Geral da União, Jorge Hage, em entrevista à Rádio Nacional. (fonte: Agência Brasil).
COMENTO: Até que enfim vemos a luz no final do túnel. Se não houver a eliminação dos recursos contra sentenças condenatórias, a impunidade persistirá.

Um comentário:

Januário Ihmór disse...

Concordo com o ministro e o Torquemada! Poucas vezes em minha vida li uma declaração tão lúcida! É preciso dar menos chances aos réus! E menos chances de defesa aos bandidos de colarinho branco! Quanta lucidez!!